As causas e sintomas da Febre Reumática


>




A febre reumática (FR) é uma seqüela de infecção na garganta que não foi devidamente tratada e causada pela bactéria Streptococcus do Grupo A.

É uma doença sistêmica que pode afetar o coração, o cérebro, as juntas e a pele. Na maioria dos casos, nota-se dor nas articulações e o maior risco é a lesão das válvulas do coração.

A febre reumática pode ocorrer em qualquer idade, mas as principais vítimas são crianças acima de 5 anos e adolescentes.

Quais são as causas da doença?

A febre reumática é causada por uma infecção recente na garganta pela bactéria Streptococcus do Grupo A.

Para apresentar a febre reumática, é preciso ter predisposição genética e, por isso, apenas 3% daqueles que tem infecção na garganta pelo Streptococcus apresentam a febre reumática.

A infecção na garganta é transmitida de pessoa para pessoa e, portanto, quanto maior o número de pessoas aglomeradas, maior o risco de contrair a doença. Locais que reúnem muitas pessoas como escolas, quartéis, quartos onde muitas pessoas dormem juntas aumentam as chances de propagação da infecção . Esse é o motivo pelo qual a FR ncide com maior freqüência nos países pobres (desinformação, ajuntamento em moradias pequenas).

Quais são os sintomas da doença?

A febre reumática aguda sucede um período silencioso de duas a três semanas após uma infecção de garganta por streptococcus.

As manifestações apresentam intensidade variável e são de dois tipos:
Gerais: febre, indisposição e palidez. Surgem de forma súbita.
Típicas: artrite, geralmente migratória (passa de uma articulação para outra), cardite (inflamação do coração), coréia de Sydenham (movimentos involuntários), eritema marginado (manchas na pele) e nódulos subcutâneos.

Além dessas manifestações, outras podem surgir como: dor nas juntas, hemorragia nasal, serosite (inflamações de pleura, peritônio, pericárdio), pneumonite, nefrite (inflamação nos rins) e encefalite (inflamação do encéfalo).

A artrite é a manifestação mais freqüente (80%) e corresponde a dor, inchaço, calor, rubor nas articulações e limitação dos movimentos. A dor geralmente é intensa e de curta duração, atingindo com maior freqüência os joelhos, tornozelos, cotovelos, punhos e ombros. Menos freqüentemente, os sintomas surgem na coluna e nas pequenas articulações de mãos e pés.

A cardite é a manifestação mais significativa da febre reumática pois pode causar danos permanentes no coração ou até mesmo a morte do paciente. Normalmente é assintomática, o que dificulta o seu diagnóstico. Embora não esteja totalmente compreendido, parece que o sistema de defesa da pessoa, em resposta à infecção pelo streptococcus, ataca os tecidos do coração, com mais freqüência os tecidos das válvulas.

Quais são as conseqüências da doença?

As mais temidas conseqüências da febre reumática são as seqüelas cardíacas que sucedem às crises agudas. Essas complicações correspondem principalmente às lesões das válvulas mitral e aórtica, que podem se tornar muito fechadas (estenose) ou abertas (insuficiência). As lesões valvulares reumáticas são as mais freqüentes lesões cardíacas nos jovens, e uma das principais causas que levam à cirurgia cardíaca.
Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário