Fisioterapia nas Lombalgias e Cervicalgias







https://i.ytimg.com/vi/XYjsowDmvis/maxresdefault.jpg

Dores na coluna são os principais motivos que levam as pessoas aos consultórios. Lombalgias e cervicalgias atingem mais de 80% da população mundial, mas muitas vezes suas causas não são corretamente diagnosticadas ou o tratamento é inadequado. É preciso haver colaboração principalmente do paciente, que deve tornar-se o principal responsável pela sua saúde, não negligenciando sua dor e se prontificando a  procurar a ajuda profissional logo nos primeiros sintomas.

Curso online em Fisioterapia na Lombalgia e na Cervicalgia

Lombalgia ou cervicalgia não são doenças e sim sintomas de uma patologia de base na coluna. Lombalgia designa dores na coluna lombar e cervicalgia dores na coluna cervical.

Sinais e sintomas:

A dor na coluna lombar ou cervical pode ser constante ou intermitente, variando de acordo com atividades desenvolvidas no dia a dia. Os sintomas incluem também fraqueza muscular, dormência e dificuldade para trabalhar ou dormir. Muitas vezes ainda há irradiação destes desconfortos para as pernas no caso de lombalgias ou para os braços se cervicalgia.

Causas das lombalgias ou cervicalgias:

Como são sintomas de uma doença de base na coluna, é primordial o diagnóstico correto da causa destas dores. As disfunções na coluna são extremamente variáveis e incluem má postura, desgaste articular o que incide em compressões de raízes nervosas, rigidez nas articulações intervertebrais, redução do espaço articular, fraqueza dos músculos estabilizadores da coluna o que leva a instabilidades, desvios na coluna (hiperlordose, retificações, hipercifose, escoliose), sobrecarga de trabalho, hérnias de disco, sobrepeso, exercícios repetitivos, dentre outros.

Como a fisioterapia pode ajudar:

A fisioterapia vai ajudar a corrigir e tratar a disfunção que está causando a lombalgia ou a cervicalgia. Serão desenvolvidos exercícios para melhorar a flexibilidade, força, estabilização, mobilização ou para correção da postura. O plano de tratamento vai variar de acordo com o diagnóstico principal e da fase em que o paciente se encontra (aguda ou crônica). Por isso é tão importante o acompanhamento com um bom ortopedista e que o paciente não demore para  procurar pelos cuidados necessários. Sabemos que nos dias de hoje é difícil se deslocar para uma clínica de fisioterapia, além disso, muitas vezes o tratamento não é individualizado para cada caso apresentado, por isso o tratamento fisioterapêutico a domicílio é mais eficaz, menos desgastante e está se tornando solução para as pessoas que desejam manter a saúde em dia.



Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Nenhum comentário

    Tecnologia do Blogger.