Fisioterapia nos Reumatismos











É muito difícil, para o fisioterapeuta, o tratamento dos sintomas de uma doença reumatológica. Muitas vezes, como o paciente não relata muita melhora no quadro, a incerteza de estar no caminho certo sempre surge. Eu passei por isso algumas vezes.

A fisioterapia reumatológica consiste no tratamento de disfunções cinesiofuncionais causadas por doenças crônico-degenerativas ou inflamatórias que acometem o sistema músculo esquelético e o sistema conjuntivo de causas não traumáticas.

Antes de começar a falar sobre Fisioterapia nos Reumatismos, é importante definir que reumatismo, na verdade, não é uma doença, mas um termo geral para caracterizar cerca de 130 doenças que afetam, principalmente, as articulações (juntas), embora também possam afetar os sistemas respiratório, gastrointestinal e a pele, entre outras partes de nosso corpo

Como se trata de um grupo grande de doenças, o reumatismo pode ter várias causas e afetar qualquer pessoa. Os idosos, por exemplo, são os que mais têm artrose — um problema reumático provocado pelo desgaste natural da cartilagem articular. Já a gota, doença reumática relacionada ao aumento de ácido úrico no sangue, é mais frequente nas pessoas do sexo masculino.

O reumatismo também pode afetar as crianças. Um exemplo disso é a atrite reumatoide juvenil, que provoca dores nas articulações. Por isso, se uma criança apresentar esses sintomas, um médico deve ser procurado rapidamente, pois essa doença conta com ótimas condições de tratamento

Na maioria das vezes, as doenças reumáticas apresentam sintomas claros e podem ser percebidos pelo próprio paciente. Alguns desses sinais são:

  • Dores nas articulações, principalmente por mais de seis semanas.
  • Vermelhidão, calor e inchaço nas articulações.
  • Dificuldade para movimentar as articulações ao acordar.
  • Dores ao esticar os braços sobre a cabeça.
  • Dores ao elevar os ombros até tocar o pescoço.
As doenças reumatológicas podem ter longa duração, causando ansiedade e depressão em alguns pacientes, e exigir também o tratamento com medicamentos antidepressivos, ansiolíticos e a realização de práticas integrativas, como acupuntura.

A principal função da fisioterapia é prevenir e tratar os distúrbios de movimento decorrentes de alterações de órgãos ou sistemas. Sendo assim, a fisioterapia utiliza se de exercícios para preservar, manter, desenvolver ou reabilitar algumas funções.

A fisioterapia é umas das formas de tratamento para o reumatismo que se utiliza de aparelhos e métodos como: bolsas de água morna e fria, exercícios com o objetivo de recuperar a mobilidade das juntas e articulações, sendo seu principal foco combate a dor. Além desses métodos, outros como: Hidroterapia, hidroginástica e natação são excelentes ferramentas no combate e prevenção a reumatismo.

Pessoas que são fisicamente ativas, são mais saudáveis e vivem por mais tempo, quando comparadas àquelas inativas. Isto é verdade para todos, mas especialmente para aquelas com reumatismo. Os benefícios do exercício físico é bastante conhecido de todos, mas existem alguns que se mostraram extremamente importantes para os pacientes reumáticos. A artrite é uma das maiores causas de limitação da atividade física e, a inatividade pode piorar a doença, criando um círculo vicioso, que vai complicando cada vez mais o quadro, dificultando a melhora. Muitas das pessoas que têm artrite estão "fora de forma", são mais "fracas", com menos flexibilidade, sentindo mais dor que o necessário, devido principalmente às "complicações" da inatividade. Dor, rigidez, fadiga e o medo de piorar, podem fazer com que o paciente reaja contra o exercício. No entanto, para o reumático, um programa de exercício apropriado é extremamente importante e saudável.

Objetivo da fisioterapia reumatologica é minimizar dores e incapacidades geradas por tais patologias através da utilização de recursos eletroanalgésicos, da aplicação de técnicas de terapia manual e de atividades que estimulem a movimentação articular fortalecendo e alongando os músculos envolvidos buscando assim prevenir a instalação de deformidades, bem como evitar a progressão de deformidades já instaladas, buscando sempre manter uma boa qualidade de vida

Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Nenhum comentário

    Tecnologia do Blogger.